Donos que são apaixonados por seus pets se perguntam qual é a melhor opção: ração seca ou ração úmida?

Ração

Os animais de estimação tomaram conta de nossas vidas de vez: segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 62% das casas do Brasil têm pelo menos um cachorro ou gato. Tal porcentagem equivale a 40,4 milhões de residências, as quais estão espalhadas por todas as regiões do país.

Como se pode ver, a febre pet é real e não vai passar. A tendência, na verdade, é que ela cresça, com a expectativa de vida dos melhores amigos do homem, que hoje são tratados com o máximo de carinho e cuidado. Uma das formas de manter seu pet saudável, aliás, está na escolha do alimento para cães e gatos.

Muitas pessoas têm se perguntado se é melhor optar pela ração seca ou pela ração úmida. Falaremos um pouco mais sobre o assunto a seguir, para que você possa avaliar os prós de cada alimento e escolher aquele que melhor dialoga com as necessidades do seu bichinho. Confira!

Vantagens da ração seca

A ração seca tem como vantagem o fato de ser fácil de ser encontrada e armazenada. Uma vez que a sua validade tende a ser grande, ela aparece como uma opção segura (além de, geralmente, ser um pouco mais em conta do que as opções úmidas).

Muitas rações secas têm propriedades que ajudam no combate ao tártaro, que é assunto sério: o problema pode gerar retração da gengiva, perda óssea e enfraquecimento dos dentes do bichinho. 

Há relatos, também, de bactérias que saíram dos dentes direto para a corrente sanguínea dos pets, gerando complicações severas de saúde e até a morte.

Um parêntese: além de escolher uma boa ração, você pode (e deve) fazer a escovação dos dentes do seu melhor amigo, com escovinha própria e uma pasta de dente para pets, sem açúcar. Levá-lo ao veterinário para remoção de tártaro a laser também colabora para a longevidade.

Voltando à ração seca, há um ponto que geralmente é considerado desvantagem: para pets idosos, a ração seca pode ser difícil de mastigar. Assim, eles podem engoli-la inteira, causando dores de estômago, má digestão, entre outras coisas.

Felizmente, isso pode ser contornado, já que hoje existem opções de alimentos para animais de mais idade, com poucos ou frágeis dentinhos.

Vantagens da ração úmida

Não se nega que a ração úmida tende a ganhar a preferência dos bichinhos, já que costuma ser bem cheirosa e palatável.

Para os gatos, ela traz ainda um benefício a longo prazo: como se sabe, eles podem se esquecer de beber água durante o dia. Com o tempo, isso faz com que tenham problemas nos rins. A ração úmida, nesses casos, é uma grande aliada — há tutores, na verdade, que colocam mais meia ou uma xícara de água na ração.

Sempre confira a quantidade de sódio da ração, porém, para que os animais não fiquem inchados e consumam mais sal do que deveriam. Esse controle é importante também!

A ração úmida deve ser colocada apenas no momento em que o pet for se alimentar, uma vez que pode estragar caso fique exposta por muito tempo ou mesmo atrair moscas. Felizmente, não se trata de um alimento que costuma demorar muito para ser consumido, já que, como mencionado, ele tem muitos fãs.

Se você não tem certeza sobre qual é a melhor opção para o seu gato ou cachorro, o nosso conselho é: entre em contato com o veterinário de sua confiança e peça para que ele dê a sua opinião.

Cada animal é único e as necessidades nutricionais variam de acordo com a idade, o peso, o porte, a raça e com o histórico de saúde. Não tenha receio de pedir ajuda: isso só traz benefícios!